Emprego de Moçambique

Presidente da Tunísia dissolve Parlamento

O Presidente da Tunísia, Kais Saied, dissolveu Quarta feira o Parlamento, oito meses depois de ter suspendido para assumir plenos poderes, decisão que é vista como um revés democrático no país, berço da Primavera árabe.

Kais Saied anunciou a decisão durante uma reunião do Conselho de Segurança Nacional, horas depois dos deputados terem desafiado a suspensão do parlamento e realizado uma sessão virtual, onde votaram o cancelamento das medidas excepcionais implementadas pelo Chefe de Estado tunismo.

“Anúncio hoje, neste momento histórico, a dissolução da Assembleia de Representantes do povo para preservar o Estado e as suas instituições, para preservar o povo tunismo a, destacou.

Depois de suspender o Parlamento eleito e demitir o Governo em Julho de 2021, o presidente Saied dissolveu em 5 de Fevereiro o CSM, órgão independente criado em 2016 para nomear juízes, a quem acusa de parcialidade e de estar sob influência do partido islamita conservador.

Em 22 de Setembro o estadista tunismo já tinha assumido plenos poderes, através de “medidas excepcionais” que prolongavam a suspensão do Parlamento e permitiam legislar por decreto, presidir ao Conselho de Ministros e alterar leis.

Os deputados pediram ainda a organização de eleições legislativas e presidenciais antecipadas, para combater a crise política e socioeconómica.

empregomoz

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.