Emprego de Moçambique

Países africanos com taxa de gravidezes indesejadas superior à mundial

A taxa de gravidezes indesejadas entre mulheres dos 15 aos 49 anos em países africanos de expressão portuguesa é superior a mundial, segundo um relatório ontem divulgado pelo FNUAP.

No relatório “Vendo o Invisível : O caso de acção na crise negligênciada da gravidez não intencional”, ontem divulgado, o FNUAP apresentou dados em relação a gestacoes não planeadas, salientando que representam quase a metade do total de gravidezes no mundo.

Enquanto a taxa mundial permanece em 64 gravidezes indesejadas por cada mil, esse número é muito superior em países como Angola (129), Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe.

Também em Brasil esse número é ligeiramente superior aos dados mundiais (64 gravidezes indesejadas por cada mil mulheres).

Entre os países de língua portuguesa, a excepção é Portugal e Timor Leste, que ficaram abaixo da taxa mundial, neste relatório que compila dados de 2015 a 2019.

Tendência semelhante é encontrada no levantamento da taxa de natalidade por parte de mães adolescentes, em que a média mundial ficou em 40 por cada mil, mas que foi amplamente superada pelos PALOP.

empregomoz

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.